quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Casa do maestro Fúrio Franceschini, Ipiranga

O imóvel, na Av. Nazaré 366,  foi a primeira edificação residencial construída em 1916 na Avenida Nazaré por Tito Oliani, construtor de outras obras no bairro, dentre elas, a Igreja Matriz de São José do Ipiranga.

Neste imóvel, o Maestro Furio Franceschini, que também foi organista, professor, musicólogo e compositor, constituiu não apenas a residência de sua família, mas também, um local de relevantes produções artísticas, como as suas mais de quatrocentas obras musicais e seus livros didáticos. 

Tornou-se local de encontros de várias personalidades de nossa cultura, dentre eles, Mario de Andrade, Oswald de Andrade e ainda, alunos que se revelaram expoentes na música, como Guiomar Novaes, Dinorah de Carvalho e Ângelo Camin. O consagrado Maestro Furio Franceschini, casado com Dna. Maria Angelina Vicente de Azevedo Franceschini, filha do Conde José Vicente de Azevedo.

Quem foi: 

O maestro Furio Franceschini nasceu em Roma (Itália) em 4 de abril de 1880 e faleceu em São Paulo em 15 de abril de 1976. Chegou ao Brasil em 9 de novembro de 1904 como regente assistente de uma companhia lírica italiana. Estudou na Academia Santa Cecília, em Roma, e teve outros mestres como Capocci, Mouquet, Widor e D'Indy.

Professor, organista e compositor, teve como alunos, além do Pe. Tallarico, Guiomar Novaes, Dinorá de Carvalho e Ângelo Camin. Recusou em duas ocasiões o convite para suceder seu professor Capocci como mestre-de-capela na Basílica São João de Latrão, em Roma. Autor de mais de 600 títulos para diversas formações, foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Música, ocupando a cadeira 28, cujo patrono é Ernesto Nazareth. Antecedeu Pe. João Lyrio Tallarico como mestre-de-capela da Catedral da Sé.

Casa no Ipiranga. Foto: Audi Coelum
Inauguração do órgão na Catedral da Sé. Foto: Audio Coelum



Fontes: Resolução Conpresp e Audi Coelum


Google Street View (Vista da região)Exibir mapa ampliado


Visualizar Casas históricas paulistanas em um mapa maior

Nenhum comentário:

Postar um comentário