quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Paulo Vanzolini - Cambuci



Divulgação 


Em uma casa de vila, localizada no tradicional bairro do Cambuci, em São Paulo, vive Paulo Emílio Vanzolini. Seu nome, consagrado pela composição de sambas clássicos – a maioria homenageando a cidade onde nasceu (em 1924) e vive -, também fez história e deixou um legado importante para a ciência brasileira. Vanzolini compôs Ronda e desbravou a Amazônia por 30 anos em um barco de pesquisa; compôs Volta por cima e dirigiu por cinquenta anos o Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (USP); compôs Na boca da noite e ajudou a criar a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Escreveu poemas e foi um dos propositores da teoria dos refúgios, que explica a imensa biodiversidade na região amazônica. 

Paulo Vanzolini nasceu na Rua Atlantica, nos Jardins. 

Continua matéria:


Estabeleceu-se numa casinha de uma típica vila de operários no Cambuci, que recebera de herança familiar. Nesse espaço, idêntico às casas geminadas que os trabalhadores do cinturão industrial compravam com subsídios nos anos 60 e 70, Vanzolini vive com a segunda mulher, Ana, 28 anos mais nova. Recebe amigos e familiares num ambiente que impressiona pela austeridade. Não há móveis de grife nem objetos caros à vista. As poltronas, o sofá e as cadeiras são confortáveis, mas simples. As paredes são decoradas com obras de amigos e alunos. No andar de cima, há uma gravura de Marcelo Grassmann.

Continua matéria:


Faleceu em 28/04/2013

(Que souber mais notícias sobre as casas de Paulo Vanzolini, entrar em contato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário